Já faz um tempinho que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é considerado o maior vestibular do país. E não é para menos! Criado para avaliar a qualidade do ensino brasileiro, o Exame vem se tornando cada vez mais importante para quem pretende entrar na faculdade.

O motivo é simples: o desempenho no Enem tem sido usado como critério de seleção em cada vez mais universidades públicas e privadas de todo o país. É isso mesmo que você leu: dá para usar a nota do Exame para entrar na universidade pública. E o melhor: sem precisar fazer o temido vestibular!

Quer saber como usar a sua nota do Enem para garantir uma vaga na faculdade pública? Confira nossas dicas a seguir!

Como entrar na universidade pública usando a nota do Enem

Você pode usar a nota do Enem para entrar na universidade pública de duas formas:

  • Participando do Sisu
  • Usando o Enem para complementar a nota do vestibular

Veja mais detalhes:

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um processo seletivo totalmente informatizado que usa a nota do Enem como critério exclusivo para classificar candidatos a vagas em universidades públicas. Trata-se de uma iniciativa do Governo Federal para incentivar o acesso ao ensino superior gratuito.

O Sisu acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. As inscrições, gratuitas, são feitas pela internet. Não há exigência de renda para participar e pode se inscrever quem fez o Enem do ano anterior e obteve nota maior do que zero na redação.

Apesar de não pedir uma nota mínima para fazer a inscrição, cada universidade participante do Sisu pode exigir um desempenho mínimo no Enem para concorrer a uma vaga em seus cursos. Cada faculdade também é livre para atribuir pesos diferentes às provas do Enem (Matemática, Ciências Humanas, Linguagens, Ciências da Natureza e Redação).

As notas de corte variam de acordo com diversos fatores. Reputação da universidade, procura pelo curso, turno e modalidade de concorrência (cotas ou não) são alguns elementos que podem influenciar bastante a nota mínima necessária para conseguir uma vaga no Sisu.

Cursos tradicionalmente muito concorridos, como Medicina e Engenharia podem exigir notas acima de 700 para entrar no páreo. Em graduações menos procuradas, dá para entrar com cerca de 500 pontos no Enem.

A partir de 2016, o Sisu vai servir também para preencher vagas remanescentes em universidades públicas de todo o Brasil, inclusive vagas ociosas em fases mais adiantadas dos cursos de graduação. Essa mudança é uma mão na roda para quem já está cursando uma faculdade particular e quer tentar transferência para uma instituição pública. O principal critério de seleção será a nota do Enem, mas o sistema levará em consideração também o desempenho acadêmico do candidato e a reputação da faculdade (nota perante o MEC) em que ele está matriculado.

Enem para ajudar na pontuação do Vestibular

Essa dica nem todo mundo conhece. Algumas universidades públicas oferecem uma espécie de “bônus” para quem tira nota alta no Enem. Apesar de não usarem Exame como critério único de classificação, existe a opção de usar o desempenho nessa prova para turbinar a pontuação final do vestibular e, assim, aumentar as chances de conquistar uma vaga.

As regras variam de universidade para universidade, assim como o peso atribuído à nota do Enem. Para saber exatamente se vale a pena usar a nota do Enem do ano passado, consulte o edital do vestibular da instituição onde você pretende estudar.

Como usar a nota do Enem em outros processos seletivos

Não é por não atingir a pontuação necessária no Enem para passar na universidade pública que você deve desistir do seu sonho. A nota do Exame pode ser usada também para:

  • Conseguir uma bolsa de estudos pelo ProUni: direcionado a quem cumpre os critérios de renda e escolaridade do programa e obteve pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero no Enem.
  • Conseguir um financiamento estudantil pelo FIES: para quem cumpre os critérios de renda e também apresenta pelo menos 450 pontos nas provas objetivas do Enem, além de não ter zerado na redação.
  • Entrar direto na faculdade privada: se você tem como bancar a mensalidade ou se o curso dos seus sonhos só é oferecido em faculdades particulares, saiba que a sua nota do Enem pode ser usada para se matricular em uma graduação superior sem precisar fazer o vestibular. Cada faculdade tem suas próprias regras, que podem mudar inclusive de curso para curso. Consulte a instituição de seu interesse.

Conheça algumas instituições privadas reconhecidas pelo MEC que oferecem pelo menos uma dessas possibilidades:

Todas as faculdades da lista acima também trabalham com descontos, convênios, financiamentos e bolsas de estudos sem burocracia.

Veja também:

Como usar a nota do Enem para entrar numa faculdade particular

Vai usar a sua nota do Enem para entrar na faculdade pública? Conte para a gente aqui nos comentários!